Futuros Possíveis/ Possible Futures

Arte, Museus e Arquivos Digitais


Deixe um comentário

Refazer, reapresentar, rever (De colecionar a produzir um legado cultural em mídia-arte) / Re-Make, Re-Perform, Re-View – From collecting to producing cultural heritage in media art

Depois da experiência de dois projetos no Centro ZKM Center de Arte e Mídia em Karlsruhe, Alemanha, “Media Art Net” e 40yearsvideoart.de, vou examinar algumas práticas específicas de coleção e exibição em museus que podem ser resumidas sob a rubrica “O museu como produtor”. Minha apresentação vai discutir a noção de relatividade da imagem eletrônica e a performatividade da arte contemporânea à luz de recentes aquisições do Museu de Arte Moderna de San Francisco.

/

Following the experience of two projects at ZKM Center for Art and Media in Karlsruhe, Germany, “Media Art Net” and  40yearsvideoart.de, I will look at some museum specific collection and exhibition practices that can be summarized under the rubric “The Museum as Producer”. My presentation will discuss the notion of relativity of the electronic image and the performativity of contemporary art in light of recent acquisitions at the San Francisco Museum of Modern Art.

Rudolf Frieling

Anúncios


Deixe um comentário

Arquivos digitais: a experiência do Acervo Videobrasil/ Digital archives: The Videobrasil experience

A recorrência, cada vez mais frequente, de obras efêmeras, criadas a partir de processos digitais, resultou na constituição de acervos pequenos e abrigados fora de instituições museológicas. No Brasil, o Acervo Videobrasil, é formado em 1991, com o objetivo de guardar os documentos e obras do Festival Internacional de Arte Eletrônica, criado em 1983. Juntamente, com outros centros de mídia e festivais nacionais e internacionais, fundados entre os anos 70 e 80, o Videobrasil assume o papel de preservar e difundir sua coleção de vídeo e performance. A falta de procedimentos para transcrever, traduzir e armazenar os documentos artísticos contemporâneos em arquivos digitais, e a urgência em gerir a documentação residual das exposições de arte contemporânea têm intensificado a investigação teórica e artística em torno do arquivo de arte que tem como problema fulcral, hoje, delimitar-se diante do espaço virtual.

The recurrence, more and more frequent, of ephemeral works, created through digital procedures, resulted in the establishment of small collections sheltered outside museological institutions. In Brazil,  Videobrasil Collection was founded in 1991 with the purpose of  storaging  documents and works produced for the International Festival of Electronic Art, created in 1983. Along with other media centers and national and international festivals, founded between the 70’s and 80’s, Videobrasil has played the role to preserve and disseminate it’s collection of video and performance. The lack of procedures to transcribe, translate and store contemporary art documents into digital files, and the urgency to manage the residual documentation of contemporary art exhibitions have intensified theoretical and artistic research around the art archive, which has as core problem today, i.e., to confine itself in the virtual space.

Ana Pato

<div style=”margin-bottom:5px”> <strong> <a href=”http://www.slideshare.net/futuros_possiveis/ana-pato-arquivos-digitais-a-experincia-do-acervo-videobrasil-digital-archives-the-videobrasil-experience&#8221; title=”Ana Pato – Arquivos digitais: a experiência do Acervo Videobrasil/ Digital archives: The Videobrasil experience” target=”_blank”>Ana Pato – Arquivos digitais: a experiência do Acervo Videobrasil/ Digital archives: The Videobrasil experience</a> </strong> from <strong><a href=”http://www.slideshare.net/futuros_possiveis&#8221; target=”_blank”>Simposio Internacional Futuros Possíveis | International Symposium Possible Futures</a></strong> </div>